O jazz foi pro lado de fora: pandemia e street music em NYC

Esse vídeo resume os presentes guardados numa volta do meu quarteirão ao longo dos últimos meses. É um retrato tanto do retorno ao #StreetMusic que faz parte da história de NY, mas também do triste impacto da pandemia.

Pra minimizar os riscos de contaminação da população, mais de 2400 casas de show fecharam na City. Segundo pesquisa da Jazz Journalists Association, 60% dos músicos daqui farão em 2020 menos da metade da renda que fizeram no ano passado.

Além do tradicional estojo do instrumento aberto pra quem quiser depositar umas doletas em cash, as bandas geralmente tem um QR code exposto num cartaz pra receber doações via Venmo, um app de transferência de dinheiro de pessoa pra pessoa criado pelo PayPal.

Na véspera das eleições, o grupo de mulheres dessa sequência (que inclui nomes grandes da cena musical) estava se apresentando e pedindo, em troca, pra audiência ajudá-las a escrever cartões postais 💌 personalizados que seriam enviados para eleitores de estados pêndulo, pedindo para irem votar. Pesquisas mostram que os cartões provocam um incremento de até 6% na participação eleitoral.

De dia, de noite, terça ou sábado. É bonito ver gente sentada no chão pra assistir à turnê de quem, mesmo passando por dificuldade, devolveu energia pra NY doando a sua arte. Tipo o @gregbanksmusic e o @wayneeverest .

Um salve axs músicxs ❤️

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s